COISAS E COISINHAS DO NOSSO MUNDO augusto semedo

19
Out 06

O distrito de Aveiro continua a ser penalizado nas intenções de investimento do Estado (o PIDDAC 2007 volta a reduzir a dotação orçamental) mas é já um alvo na intenção governamental de colocar portagens em algumas SCUT.

A A17 e a A29 estão entre as três abrangidas por esta decisão. As alternativas são hoje estradas urbanas, com enormes pontos de conflito, estranguladas pelo crescimento urbano da região.

A solução que o Estado ofereceu, nas últimas décadas, vai passar pelos vistos a ser paga pelo utilizador. Mesmo que a A17, por exemplo, surgisse a partir da necessidade de fazer uma variante da EN109 a Vagos, Ílhavo e Aveiro, reivindicação que demorou muitos anos a ser satisfeita. E que com portagens continuará a não o ser, porque os utilizadores que não queiram ou que não possam pagar irão continuar a penar numa 109 agora transformada em via ainda mais urbana e, por isso, ainda mais desadequada.

Afinal, o Estado não resolveu o problema essencial dos cidadãos, mesmo gastando milhões. Também temos de levar com isto?

publicado por Augusto Semedo às 16:29
tags:

Outubro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
16
18
20
21

22
23
24
25
27
28

29
31


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

2 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO