COISAS E COISINHAS DO NOSSO MUNDO augusto semedo

21
Nov 07

Rui Caçador, técnico nacional dos sub-21, tinha avisado que a Inglaterra era o melhor colectivo da categoria e a selecção britânica demonstrou-o em Águeda. Portugal, tirando os minutos iniciais e a pressão consentida na recta final, nunca se conseguiu impor verdadeiramente ao adversário, que controlou quase sempre o ritmo do jogo.

À capacidade técnica portuguesa, a Inglaterra respondeu com uma estrutura colectiva bem trabalhada e ainda com um desconcertante Walcott (excelente avançado!) a pôr em sentido a defesa lusa. Além da cultura táctica revelada, a Inglaterra mostrou-se forte do ponto de vista físico. Na selecção portuguesa, destaque-se a segurança de Ricardo Batista, a acção dinamizadora de Paulo Machado e o peso de João Moutinho (embora longe do brilhantismo) nos processos de jogo algo previsíveis da equipa.

publicado por Augusto Semedo às 16:03

Novembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
16
17

18
19
23
24

26
27
30


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO